Declaração de István Mészáros Sobre o Golpe no Brasil

É com muito prazer e honra que reproduzimos, abaixo, uma nota enviada por István Mészáros à coordenadora editorial da Boitempo, Ivana Jinkings, e disponibilizada com exclusividade ao nosso Coletivo Conexões em Luta. Atento ao contexto sociopolítico brasileiro e suas relações com a conjuntura global, o célebre intelectual marxista reforça a capacidade da esquerda em reagir ao golpe que tentam reprisar no país. Vejam abaixo suas palavras:

O aprofundamento da crise do estado em todo o mundo está ao lado deles por enquanto, mas existem forças emergindo contra eles. Até mesmo nos Estados Unidos onde milhões de jovens começaram a pensar sobre a necessidade de algum tipo de primeiro passo socialista na política, como demostrou-se no apoio que Bernie Sanders está recebendo na campanha pré-Presidencial contra o establishment conservador representado por Hilary Clinton. Sanders será, claro, derrotado neste contexto eleitoral, mas milhões de jovens não desaparecerão. Seria completamente absurdo se no Brasil as forças da ala da direita do Judiciário, Polícia e Mídia pudessem reprimir a esquerda de uma maneira definitiva. Depois de tudo, a memória da Ditadura e de seu colapso necessário deve ser ainda suficientemente forte no seu país. E nada poderá ser resolvido por uma tal repressão. Isso apenas pode tornar os problemas piores. O que vocês realizaram por vocês mesmos nas últimas duas décadas (de meu ponto de vista uma realização impressionante) não pode ser eliminado. Eu estou firmemente convencido disto.

  • meszaros2Autor de extensa obra, ganhador de prêmios como o Attila József, em 1951, o Deutscher Memorial Prize, em 1970, e o Premio Libertador al Pensamiento Crítico, em 2008, István Mészáros se afirma como um dos mais importantes pensadores da atualidade. Nasceu no ano de 1930, em Budapeste, Hungria, onde se graduou em filosofia e tornou-se discípulo de György Lukács no Instituto de Estética. Deixou o Leste Europeu após o levante de outubro de 1956 e exilou-se na Itália. Ministrou aulas em diversas universidades, na Europa e na América Latina e recebeu o título de Professor Emérito de Filosofia pela Universidade de Sussex em 1991. Entre seus livros, destacam-se Para além do capital – rumo a uma teoria da transição (2002), O desafio e o fardo do tempo histórico (2007) e A crise estrutural do capital (2009), publicados pela Boitempo.

 

  • Tradução realizada por João Gomes;

 

  • Agradecemos profundamente o apoio prestado pela coordenadora editorial da Boitempo, Ivana Jinkings, pela disponibilização do material acima ao nosso coletivo. Na resistência contra o golpe em curso, nossa união de forças representa a possibilidade de vitória!

 

Anúncios

4 comentários sobre “Declaração de István Mészáros Sobre o Golpe no Brasil

  1. MARIA HOMÉRIA LEITE DE MORAIS SAMPAIO

    O golpe é um instrumento de desrespeito à democracia. Contrapõe-se ao governo do povo, com o povo e para o povo. É um caminho desumano porque compromete a liberdade, a igualdade, a justiça e a verdade. Dilma, voce é a nossa presidenta. Gostaria de lhe dar um abraço e dizer: “estou com você nesse momento difícil e não abro mão de você ser nossa presidenta.”

    Curtir

  2. Pingback: Mészáros sobre o golpe no Brasil: “O que vocês realizaram nas últimas duas décadas não pode ser eliminado” | bita brasil

  3. Pingback: Declaração de István Mészáros Sobre o Golpe no Brasil | maissuas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s